sábado, abril 14, 2007

DICAS CULTURAIS

Além das músicas infantis, das Trilhas sonoras de novelas, eu gosto também de música de raiz,
de folclore....e como já notaram, algumas vezes coloco no blog, trabalho de amigos,
de pessoas que não conheço mas gosto do trabalho.....
Hoje quero apresentar um trabalha para voces de um amigo,
que tem feito um resgate da música de raiz, que ajuda a divulgar Violeiros escondidos pelos " Interiores do Brasil "....
conheçam a
Revista viola caipira acessem o site, ou visitem sua comunidade no orkut.
Ela traz informações, eventos, tudo sobre a música raiz, conta causos , curiosidades,
e informaçôes culturais....
Parabéns Pedro (Pinho) por este trabalho de resgate e divulgação de nossa música de raiz que faz parte da nossa cultura....

Claudia

quarta-feira, abril 11, 2007

Edgard Poças

Para quem não conhece Edgard Poças, ai vai um pequeno histórico de seu trabalho....



Edgard Poças nasceu em 4 de março de 1946.

No final dos anos 50, com o surgimento da Bossa Nova, começou a tocar violão, tirando de ouvido as músicas de João Gilberto.

Em 1961, com apenas 15 anos, se apresentou no programa Brasil 61, apresentado por Bibi Ferreira, na TV Excelsior em São Paulo, onde conheceu João Gilberto e Wilson Batista.

No ano de 1965 conhece Vinicius de Moraes e passa a colaborar como ajudante no espetáculo Vinicius Poesia e Canção, onde conhece Baden Powell, Carlos Lyra, Edu Lobo, Francis Hime, Cyro Monteiro, Elizete Cardoso, Norma Benguell, Odette Lara, Pierre Barrouh, Paulo Autran e Susana Moraes.

Ainda na década de 60, participou de vários espetáculos ao lado de nomes como Walter Wanderley, Geraldo Vandré, Walter Santos, Sylvia Telles e Alaíde Costa.

Estudou violão clássico por 4 anos e partir de 1973 começou a dar aulas particulares e se dedicar à composição.

Suas músicas foram gravadas por Tim Maia, Djavan, Gal Costa, Roberto Carlos, Simone, Fabio Jr., Erasmo Carlos, Moraes Moreira, Mônica Salmaso, Léo Jaime, Dominó, Polegar, Menudo, Angélica, Eliana, Simony e Jairzinho, totalizando mais de duzentos títulos gravados, 11 discos de ouro e 4 de platina.

Em 1982 criou a Turma do Balão Mágico e quase todo seu repertório de sete LPs. Com o estrondoso sucesso da música “Superfantástico” em todo o Brasil, o grupo ganhou um programa exclusivo na Rede Globo de Televisão. Seu trabalho em publicidade começou em 1974, compondo, cantando e fazendo locução em centenas de jingles e spots.

Suas peças receberam prêmios como Clio Awards, Festival de Cannes, Ibero Americano, Colunistas e Festival de Gramado. Entre seus jingles destacam-se Rexona, Penalty, Mc Donald’s Abraço e That’s Amore, Óleo Maria, Dreher, Banco Safra, Firestone, Galak, Afif Presidente – (Juntos Chegaremos Lá), Hopi Hari, Royal, para citar apenas alguns. (texto:clube do jingle)